letras.top
a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 #

oxalá - hariel medella

Loading...

ouvir dizer que o chão secou
e sem porque de caminhar
o viajante prosseguiu

descobriu além do mar
onde o barco naufragou

no naufrágio ressurgiu
o olhar que lhe afogou
no semblante que iludiu
só numa jornada
mais um pé na estrada
morada sem fim

um dia qualquer de um sujeito urbano
no corpo uma meta
e a carne não tem mais calor
armado sem porte de arma
cerrado ao karma que ao próprio inc-mbiu
estava na encruzilhada
na hora marcada que a santa falou

foi pedir a oxalá
para nascer de manhã
não podia esperar
diz à mãe que vou já
diz ao pai que p-ssou
leva o corpo ao mar
me af-ga essa dor

a primeira luz que os olhos viram, a vida
estava escrito estrela acima
que o caminho não era fácil de viver
a primeira vez que ama é um pulo na cachoeira
pula sem olhar a beira quando põe tudo a perder
a primeira vez que perde a única vida ensina
a culpa é de quem repete por vaidade sem pensar

e a única vez que vive na próxima vez que erra
descobre que tudo era um jeito de se aprender
foi pedir a oxalá
prá nascer de manhã
não podia esperar

o destino clamou
diz à mãe que vou já
diz ao pai que p-ssou
leva o corpo ao mar
me afoga essa dor