artista: a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9

letra de pacto – a banca records

Loading...

[verso 1: flap]
vivendo em pleno circo, mas aqui os palhaços não dão risada
vendo a farda como risco (vendo a farda como risco), pátria amada, porém nada idolatrada
vida acabando ao piscar de olhos, ganância levou mais um dos nossos
quem dera fosse só mais um sonho, lutando pra sobreviver e quem vai fazer por você? ninguém
somando e -ssumindo a responsa na escrita, tenho o próprio mikuro pra quem tinha a mente suicida
abra os olhos e sua mente, veja quanto vale a vida
infelizmente algumas delas tiradas pelas esquinas
eu cuspo verdades, de mentira o mundo já tá cheio
sou de verdade, por isso de mim os cuzão tá cheio
fala e se esconde, pro teu azar te achei, tremendo na base
versos tipo sniper, apliquei hater
fodido você fica, não abraçou a idéia
no começo de tudo poucos que davam a vida
agora fica de longe só invejando as conquistas
se tu foc-sse no corre, tu tava bem na fita mano (fita, mano)
se tu foc-sse no corre, tu tava bem na fita mano (fita, mano)

[verso 2: dapaz]
mano, acredite essa não é pra causar rixa
eu sou dapaz mano, eu nem gosto de briga
eu gosto é de rir na cara de quem duvida
e se você apostar errado, eu vou tomar todas as ficha
o mais bolado, eles me chamam de chefe
desculpa o ódio, é a convivência como black
é muito fácil dar palpite no meu trampo
já que cê faz flow boombap em todo beat de trap
eu tenho essa marra porque eu posso, mano
e eu adoro ver você p-ssando raiva
deixo avisado que se mexer com meus manos, cês são grande? nós é ruim!
e arma sempre dispara
eu não vim aqui pra imitar o pelé
não são mil gols, não são mil flows
são mil dribles, tipo garrincha
cê não convence com essa cara de brabo
e com esse rap meia boca
da próxima vez capricha

[verso 3: káli]
é que eu vim de lá
onde o clima é hostil tipo bagdá
onde as paty sempre brota só pra rebolar
se drogar, click click click, tirar foto e postar
sofrendo na sequela
mas se o bagulho lombra, pra você fica pegado
da onde cê vem, cê não conhece o barulho
só que da onde eu venho eu já to acostumado
o sonho de vocês é desfilar de glock
o meu é ver o sucesso dos meus aliados
o sistema é sujo e insiste negar
que somos alvo favorito desses cães fardados
as novinha quer bafar lança
podcastzada, quer fumar da braba
ao som da tabacada, rebolar no jaca
jogar pro trem bala e fé

[verso 4: elicê]
som a mente nas notas, sem falso no meu bonde
voadora na porta, eles já sabem meu nome
olha os cana lá fora, esperando eu dar mole
quer o do lanche e eu to fazendo eles morrer com fome
minha corrente amarela é tipo pikachu
é certo de eu vira no jogo, eu tenho pacto
esses cara tão mandando indireta
mas na pista tão forçando uma amizade comigo
eu no tô te entendendo, bro
não siga meus p-ssos, eu nunca fui exemplo
eu andava descalço, hoje eu tô de uptempo
tô sendo convocado pra próxima olimpíada
de tanto que esses cara aí me viram correndo
sem tempo pra esses hater, mas não tenho dó
derrubando esses falsos tipo dominó
minha pilha de dinheiro vai ficar maior
tava bom mas só que agora vai ficar melhor

[verso 5: mazin]
mente vazia, oficina do diabo
mas aqui ele não trabalha, eu mantenho a mente cheia
tu voa alto mas tá me lembrando ícaro
fica almejando o sol mas só que tem asa de cera
teu verso é fraco igual chuva de verão
ate fazendo tempestade eu sei que é p-ssageiro
a banca é forte igual barulho trovão
vindo direto do nada e abalando um bairro inteiro
a meta é fazer dinheiro igual mc donalds
comprar um carro veloz igual mclaren
eu e minha gata curtindo a vida
com uma filha bem pequena que eu botei o nome de lauryn
riu pela minha partida
mas único problema foi que tu não botou fé no meu regresso
viu, fico sem saída
porque hoje eu to querendo tudo em dobro e te am-ssando no processo
pretas e pretos ocupando altos cargos
quero meus iguais com fartura na mesa
todo mundo se sentindo um preto caro
geral sempre exalando sua beleza

[verso 6: black]
olá terráqueos!
cês lembram daquele menor que é cria da baixada?
aquele que moleque que cês olhava e não davam nada
aquele menor que quando sonhava cês tudo desacreditava
nem lembra, né?
mas sinto lhe dizer que esse menor lembra de tu
e hoje cês vem forçar amizade
ele diz: vai tomar no cu
“black, se pá eles não te ouviram”
então vai tomar no cu!
e me responde irmão
me diz como você se sente vendo o black em ascensão?
sigo largando pedras
daquelas que derrubaria golias
sabendo que não é a pedra
e sim a fé que componho essas linhas
se tudo que cê faz e deseja pro próximo volt-sse pra tu hoje
me diz, como ficaria?
se você deix-sse a vida alheia de lado e foc-sse mais no teu corre
tu já tava bem de vida, mano
eu não faço parte d’a banca, eu sou parte d’a banca
e se eu boto fé no bagulho eu vou até o final
os cara acha que eu me destaco pelo flow e pelas punch
mas eu me destaco porque eu sou real
vários caô mas eu to bem, sabia que ia melhorar
neurose nunca tá se, sempre tem um pra testar
vários só pose, vários só blefe
sei que não tem pra trocar
olha pra cá
olha pra cá
nova era vai começar